5 dicas práticas para ter mais saúde mental em 2024

0
1570

Imagine que ninguém nunca tenha falado sobre saúde mental. Você, provavelmente, não reconheceria sinais de que algo não está bem e precisa de atenção. Você também não entenderia, por exemplo, a importância do autocuidado e de hábitos saudáveis para o seu bem-estar. A falta de conhecimento sobre isso poderia trazer consequências graves para sua vida, já imaginou? Com essa simples reflexão, fica claro por que devemos conversar sobre o assunto. Então, vamos começar! 

No início do ano, é comum analisarmos nossa trajetória até aqui e definirmos onde queremos chegar. Com isso, traçamos as nossas “resoluções”. Essa é uma ideia muito benéfica, pois nos coloca em movimento, em busca de melhorias. Mas, é preciso tratar nossos objetivos, metas e planejamento com leveza para que eles não se tornem sinônimo de ansiedade e frustrações. 

Pensando nisso, trouxemos 5 dicas práticas para você ter mais saúde mental em 2024 e consiga conquistar tudo o que deseja sem prejudicar sua qualidade de vida. Vem ver! 

  1. Tenha uma alimentação saudável e balanceada

Não é segredo para ninguém que comer bem é essencial para a saúde do corpo e da mente. Mas, quando falamos em alimentação balanceada, a ideia aqui é sair do óbvio. É preciso, sim, ter uma dieta rica em nutrientes que oferecem tudo o que seu organismo precisa para funcionar da melhor forma. Porém, não há necessidade de radicalizar e seguir uma rotina alimentar extremamente restritiva que te deixe frustrado e desanimado. Tudo bem saborear um docinho ou aquele prato que você ama, mas que não é tão nutritivo assim. A chave é evitar excessos e ter equilíbrio. 

A melhor forma de fazer isso é contando com o acompanhamento de um nutricionista. O profissional pode elaborar um cardápio personalizado que cumpra o papel de elevar a sua saúde, mas mantendo seus gostos e preferências. (Falando nisso, você já conhece o Bio Nutri?).

  1. Aposte em um diário

O “journaling” é uma prática que se popularizou nos últimos anos e que, basicamente, consiste no bom e velho diário. Cada vez mais estudos têm comprovado que passar suas ideias, pensamentos, sentimentos e reflexões para o papel traz mais clareza, ajuda a aliviar a carga mental e reduz a ansiedade. Também é uma forma de ganhar perspectiva, já que, durante o processo da escrita, vamos analisando as coisas por diferentes ângulos.

“Passar para o papel” é uma forma de falar, afinal, você também pode manter um diário digital. Mas que tal apostar em um caderninho mesmo e aproveitar para reduzir seu tempo de exposição às telas? 

  1. Tenha um hobby

Muitas pessoas não possuem um hobby e acabam nem se dando conta disso. É comum transitar entre trabalho, cuidados com a casa e demais afazeres e chegar ao fim do dia sem ter praticado uma atividade única e exclusivamente por prazer. Porém, ter uma ocupação pensada especificamente para recreação é muito importante, pois determina que aquele é o seu momento de descontração, reservado para dissipar os estresses do dia. 

Se você ainda não encontrou um hobby para chamar de seu, que tal experimentar atividades como pintura, leitura, dança ou programas ao ar livre e que envolvam socialização? Sua saúde mental agradece!

  1. Medite

São inúmeros os estudos que associam a meditação a melhorias na saúde mental. Meditar tem o poder de reduzir o estresse e a ansiedade e trazer mais clareza e leveza para o seu dia. Então, não se prenda a alguns mitos sobre a prática! A atividade consiste, basicamente, em atenção plena. Basta escolher um ponto focal como a respiração, por exemplo, concentrar-se nele por um período de tempo e você já estará meditando. E não se frustre se, em algum momento, você notar sua atenção se esvaindo. Basta tomar consciência disso e retomar o foco! 

Uma boa dica é apostar em aulas coletivas (algumas combinam meditação com yoga, como o Vidya) ou até mesmo em aplicativos. Você também pode saber mais sobre o assunto e experimentar uma prática guiada preparada especialmente pela Juliana Romera, professora da Bio. Vale a pena tentar!

  1. Pratique uma atividade física que você goste ou não!

Primeiro, precisamos lembrar que a prática de atividade física está diretamente ligada à saúde do corpo e da mente. Um dos hormônios liberados durante os exercícios, por exemplo, é a serotonina, chamada de “hormônio da felicidade”. 

Então, se você não gosta de se exercitar, provavelmente, é porque ainda não encontrou uma modalidade que combina com você! A solução aqui é experimentar. Teste diversos tipos de aulas e treinos. Com certeza, vai dar match com algum. 

E se isso demorar a acontecer…pratique mesmo assim. Já parou pra pensar em quantas coisas fazemos no dia a dia sem prazer ou vontade, como escovar os dentes, por exemplo? Fazemos porque sabemos que é importante para nossa saúde. O mesmo pode se aplicar aos treinos. Por isso, continue praticando!

Agora que você já descobriu formas práticas de cuidar da sua saúde mental neste ano, chegou a hora de começar! Coloque-as em prática e compartilhe sua experiência com a gente em nossas redes sociais.

Ah, e se você quiser conhecer uma história real de como a atividade física impacta a saúde mental, a gente te apresenta a Valentina Silveira na websérie “Minhas Escolhas”.